articulos |Postado em 12-01-2022

Guarda Responsável de Cães e Gatos: Período de férias

Vai viajar e não sabe o que fazer com seu animal? Segue informações sobre as alternativas, e quais as mais indicadas para cada espécie!

Voltando com tema anterior de Guarda Responsável, irei abordar de forma mais aprofundada alguns dos tópicos do post anterior!

Hoje, o foco será nas férias. O que fazer com meu pet? Com quem deixá-lo? Devo levá-lo na minha viagem?

Nessa época de final de ano, começo de ano novo e férias, é muito comum que os animais sejam adquiridos para presentear alguém, muitas vezes sem o real entendimento do que um animal significa. Além disso, outros são abandonados por falta de planejamento sobre o que fazer durante o período de férias da família.

No Brasil, todos os anos, entre o período de festas em dezembro e o fim do Carnaval, há um aumento do abandono de animais, e que chega a 30%, segundo o programa Adotar é Tudo de Bom (VEGAZETA, 2021). Há um aumento também dos casos de animais deixados sozinhos em casa sem comida e sem água.

Então, o que fazer com meu animal?

Para cães:

  • Hospedagem (atualmente há hotéis que recebem cães no período de férias para seus tutores poderem viajar).
  • Pet Sitter (é uma pessoa com experiência em tomar conta de animais na ausência de seu tutor, e que pode abrigá-lo na casa dela ou ir até a sua casa 1 vez por dia ficar com ele).
  • Opções de menor custo: amigos, familiares ou vizinhos. Pode solicitar para uma pessoa de confiança ficar responsável por olhar seu animal todos os dias. Se certifique de que a pessoa tenha experiência e goste de animais.

Para gatos:

  • O ideal para evitar estresse é que o animal permaneça em casa, pois possuem menor tolerância à mudança de rotina que os cães.
  • Cat Sitter (é uma pet sitter especializada no atendimento de felinos, que entende de seu comportamento). É a melhor opção, na qual permanecem em casa e com a rotina já estabelecida.
  • Opção de menor custo: amigos, familiares ou vizinhos. O mesmo para cães, porém a pessoa também deve ter certa experiência com felinos.

Cuidados ao levar seu animal para viajar:

  • Nas viagens de carro, os animais devem ser transportados de forma segura.
  • Faça pausas frequentes no percurso (a cada duas horas, pelo menos) para que ele possa esticar as pernas, beber água e se alimentar, e fazer as necessidades.
  • Tome cuidado com o calor.
  • Se for viajar de avião, consulte antes um médico veterinário. Em alguns casos, esse tipo de transporte pode colocar a vida de seu animal em risco e somente um profissional poderá avaliar se ele está apto a entrar em um avião. Verifique também as regras da companhia aérea para o transporte de animais.

(WORLD ANIMAL PROTECTION, 2019)

Recomendações:

  • Se o seu cão não se dá bem com outros animais, para ele pode ser melhor ficar em casa com um cuidador e não em uma hospedagem.
  • A hospedagem não é a melhor opção para felinos, pois a presença de outros animais e ambiente novo podem estressá-lo.
  • Consulte um médico-veterinário caso for levar seu cão para viajar, para ele fornecer informações, vaciná-lo, vermifugá-lo e fornecer medicamentos caso necessário. Nunca medique seu animal por conta própria!
  • A vacinação é muito importante também para animais que ficarão em hotéis, pois a aglomeração favorece a transmissão de doenças infectocontagiosas.
  • Sempre peça referências e verifique a experiência dos profissionais que prestarão o serviço a você e seu animal!